COMO LIXAR AS UNHAS PARA NÃO ENCRAVAR: CONFIRA DICAS PROFISSIONAIS PARA NÃO ERRAR NA MANICURE E PEDICURE!


Desvende alguns mitos sobre os cuidados para evitar unhas encravadas com a ajuda da manicure Gi Camargo e saiba como ter mãos e pés sempre saudáveis (Foto: Shutterstock)
Depois de fazer o corte correto, o segundo passo mais importante da manicure e pedicure perfeita é lixar as unhas do jeito certo para evitar que elas entrem na pele e acabem causando aquele desconforto que só quem já teve (ou costuma ter) uma unha encravada sabe BEM como é!
Nessa etapa, segundo a manicure Gisele Camargo - que faz as unhas de várias famosas-, o segredo é moldar as pontinhas dos dedos de acordo com suas características. "Não adianta forçar a natureza, o ideal é sempe lixar seguindo o formato natural da sua unha", reforça a profissional. Agora, se você quer saber quais são os outros truques da expert para fugir de inflamações nas unhas mãos e pés, confira mais dicas na matéria!

Unhas quadradas nem sempre são a melhor opção para os pés

Você provavelmente já ouviu falar que a melhor maneira de evitar que os cantinhos entrem na carne seria manter o formato quadrado nas unhas, certo? No entanto, de acordo com Gi Camargo, esse não é necessariamente o caminho mais indicado. "Há mais de 20 anos trabalhando com unhas, discordo um pouco. O que vejo é que não adianta ficar forçando um formato só porque disseram que o estilo quadrado é melhor. O melhor é sempre seguir o formato natural das unhas dos pés", explica.
No entanto, segundo a profissional, quando o assunto é a melhor maneira de lixar as mãos, não existe uma regra. "Na manicure, ainda que a unha curtinha e quadrada seja tendência, você pode escolher usar a que quiser, seja redonda, stiletto, bailarina ou o que achar melhor", conta Gi. Segundo ela, o que realmente importa ao lixar as unhas é ter boas ferramentas.
Dica extra da profissional: além de escolher uma lixa comum mais macia para as unhas, um outro conselho da manicure é comprar aquelas do tipo tijolinho, com quatro lados, e usar a parte mais fina bem no canto das unhas, deslizando de cima para baixo. "Isso fecha os poros da unha e evita que ela fique descamando nas pontas", justifica.

Tamanho escolhido para as unhas dos pés e das mãos não interfere na inflamação

Agora, é válido lembrar que cortar e lixar as unhas muito curtinhas não significa aumentar a chance de encravamento, viu? Segundo Gi Camargo, essa parte do ritual é puramente uma questão de gosto. "Deixar as unhas curtinhas também não faz mal! Nós aqui no Brasil é que gostamos delas bem curtas nos pés, diferentemente das gringas que gostam um pouquinho mais compridas", exemplifica a profissional.
Portanto, não se preocupe: o segredo, no fim das contas, é apenas escolher o tamanho de unha que mais te agrada e respeitar o formato que a natureza de te deu para ter sempre unhas saudáveis, bem cuidadas e incríveis!

Nenhum comentário:

Postar um comentário